Categorias
Blogue Idade Digital

Arrecadação cai e servidores municipais fazem protesto por pagamento do mês de dezembro

A Prefeitura Municipal de Unaí não teve a arrecadação esperada nesse fim de ano e o pagamento dos servidores municipais ficou comprometido no mês de dezembro. Os servidores municipais realizaram um protesto reivindicando o pagamento do salário, mas o pagamento ficou para janeiro.
Ao apagar das luzes, um fato inesperado ocorreu na gestão de Antério Mânica e Branquinho à frente da Prefeitura Municipal de Unaí desde 2005, um protesto pelo pagamento do mês de dezembro aos servidores municipais. Desde quando a atual gestão iniciou seus trabalhos, os servidores vêm recebendo em dia, sem exceções, mas nesse mês, em função da queda da arrecadação municipal e do fechamento das contas do pleito atual, a Prefeitura não tem o dinheiro necessário para efetuar o pagamento aos servidores.
Nesta sexta-feira (28), vários servidores municipais fizeram um protesto na Praça da Prefeitura, o protesto foi coordenado por membros do Sindicato dos Servidores Municipais Ativos e Inativos de Unaí (SINDISMAIU). Na gestão de Antério Mânica, a data limite para pagamento é até 31/12/12, mas o pagamento pode ser considerado “em dia”, de acordo com a legislação, até o 5º dia útil do mês (07/01/2013), mas para isso, Delvito Alves terá que fazer o pagamento, já que assume a Prefeitura no dia 1º de janeiro de 2013.
A folha de pagamento do mês de dezembro da Prefeitura Municipal de Unaí chega à 10 milhões de reais em função do décimo terceiro, ou seja, a folha de pagamento mensal é de 5 milhões de reais. Em função da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a arrecadação desse imposto caiu em todo o Brasil, no último mês, por exemplo, a arrecadação caiu 8,5% a nível nacional.
Em conversa com servidores, segundo eles a prefeitura não tem dinheiro pra pagar os servidores porque pagou outras coisas (fornecedores, etc.) antes pra fechar o governo com as contas limpas. Antério, em recente entrevista à TV Rio Preto declarou que as contas seriam fechadas normalmente, mas a arrecadação (principalmente do IPI) caiu abaixo do esperado e causou este grande problema.
O seu assessor para assuntos legislativos, que nos últimos meses têm sido o porta-voz do governo municipal nas redes sociais, Dailton Geraldo, afirmou em uma mensagem no Facebook que “infelizmente, não conseguimos [a Prefeitura] pagar a folha de pagamento dos servidores públicos efetivos do mês de dezembro, conforme o fizemos nos cento e três meses do nosso governo, e mais uma folha deixada pela administração anterior, cujos pagamentos foram feitos rigorosamente em dia, antecipados, aliás. Isso ocorreu devido à drástica queda da arrecadação, provocada pela isenção do IPI e pelo baixo crescimento econômico”. Na mesma mensagem ele confirma que o “Prefeito Antério tentou uma última solução: deixar de pagar todos os fornecedores para pagar a folha. Mas não foi o suficiente […]”.
O ID tentou contato várias vezes com o prefeito Antério, mas não conseguiu. Outros veículos de comunicação da cidade também afirmaram ter tentado contatar o prefeito. Dessa forma, os servidores municipais efetivos deverão receber seus salários até dia 07 de janeiro de 2013, já na gestão de Delvito Alves e Hermes Martins. Com certeza, não foi essa a perspectiva que a Prefeitura esperava para o final de mandato.
Bruno de Oliveira Rocha 

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

Comente! Aqui é o lugar!