Categorias
Blogue Idade Digital

Um dia no maior projeto de recuperação de dependentes químicos do Brasil

Viciados em crack, maconha e todo tipo de droga; internos em plena atividade trabalhista e muitos vitoriosos que já se limparam. Passamos um dia na Missão Batista Cristolândia e no Centro de Formação Cristã da Cristolândia do Distrito Federal. Relatos inéditos e muita comoção com um trabalho que transforma vidas. Confira!
Desde o mês passado, quando o governo de São Paulo determinou a internação compulsória de viciados que estejam em situação de degradação psicológica ou física, a imprensa nacional voltou seus holofotes para o projeto Cristolândia ali naquele local que já funciona há alguns anos. Há alguns meses atrás, o lateral do Flamengo, Léo Moura, evangélico, vestiu a camisa das Missões Nacionais com os dizeres “Jesus Transforma” e essa foto vem percorrendo as redes sociais ligadas ao projeto. Desde então, muitos dependentes já foram enviados para a Missão, onde estão se tratando.
A Missão Batista Cristolândia já foi relatada na série “Drogas: a guerra está declarada!” e fora feita uma entrevista com o coordenador da Missão Batista Cristolândia do Distrito Federal, a mais próxima de Unaí-MG, no entanto, na última sexta-feira (1º), o ID foi conhecer o projeto de perto e passar um dia acompanhando as ações, a convite do Seminarista Antonio Ramos, da Primeira Igreja Batista de Unaí-MG, que desempenha a função de encaminhar esses dependentes para o tratamento no projeto.

Missão Batista Cristolândia
Localizada no P. Sul, a Missão Batista Cristolândia do Distrito Federal tem hoje, em torno de 90 pessoas que se alimentam e se higienizam no local, muitos, infelizmente, resistem ao convite para o tratamento da dependência. O coordenador da Missão no DF é o Pr. José Roberto e define ações para suprir as necessidades diárias do local e promover a recuperação desses dependentes. Como visto na foto acima, são realizados cultos em três momentos do dia (manhã, meio dia e noite), assim também, é oferecida logo depois a alimentação (café da manhã, almoço e jantar).
São várias pessoas que estão em trânsito ali no local e a cada momento, os radicais e missionários passam por momentos delicados para suprir as necessidades dos novos internos. No dia em que o ID foi até a Missão, um novo interno chegou para tratamento, ele estava muito esperançoso em sua recuperação e já falava em reerguer sua vida após o tratamento. Em poucos minutos, logo após fazer a inscrição e triagem, os internos já se familiarizavam conhecendo as experiências um do outro.
A Missão Batista Cristolândia tem hoje um veículo popular, mas já pretende trocar por uma Kombi para atender as crescentes necessidades de trânsito entre a sede da Missão e o CFC em Águas Lindas de Goiás. O projeto é sustentado pela Junta de Missões Nacionais, que recebe doações de fiéis e interessados em ajudar num projeto que tem um índice muito alto de sucesso.

Centro de Formação Cristã (CFC em Águas Lindas de Goiás)
O Centro de Formação Cristã (CFC) da Missão Batista Cristolândia está localizado no setor de chácaras de Águas Lindas de Goiás-GO, para chegar ao local é preciso enfrentar alguns quilômetros em uma estrada de chão que não está em boas condições de tráfego. Destinado apenas para homens, o local está repleto de oportunidades e tem uma área grande. Área esportiva, biblioteca, salas para reuniões e cultos, refeitório, criadouro de aves, pequena academia, além de um rio que passa próximo ao local. Ali, os internos realizam várias atividades como pintura, alvenaria, conhecem a culinária, enfim, aprendem e praticam suas habilidades no local.
Está em construção um novo CFC que abrigará apenas mulheres, expandindo o número de vagas que hoje estão quase lotadas, pois há 126 internos. Dessa forma e também com a construção de novos quartos no CFC em Águas Lindas de Goiás, a ampliação de vagas será bem vinda. O interno que chegou no dia em que estivemos na Missão seria levado hoje, segunda-feira, para o CFC Águas Lindas onde iniciaria o trabalho. Esse jovem de 25 anos deixou a família com três filhos para se tratar.
Esperamos que os internos da Missão Batista Cristolândia se recuperem e voltem à uma vida normal e cheia de alegria, além de que empresários e pessoas se toquem da necessidade de projetos como esse em função de dependentes do mal que assola o mundo inteiro e virou epidemia. O ID quer saber o que você acha do tema “tratamento de dependentes químicos”, então, deixe seu comentário abaixo.
Bruno de Oliveira Rocha 

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

Comente! Aqui é o lugar!