Categorias
Blogue Idade Digital

Estacionamentos privados X Zona Azul: o embate para aumentar as vagas

Você anda mais de 10 minutos e não consegue uma vaga próxima ao setor bancário muito menos na Praça JK. A realidade dos últimos dias têm sido esta em Unaí graças ao crescimento exacerbado da frota. Quais caminhos traçar? Estacionamento rotativo privado ou zona azul? Quem sobreviverá? O ID traz um panorama dessa história que começou há anos e já passou da hora de ser implantada.

Com rumores de implantação desde a gestão de Antério Mânica à frente da Prefeitura Municipal de Unaí-MG, nos oito anos anteriores, a Zona ou Faixa Azul é uma medida que promete controlar, educar e melhorar o convívio do público que utiliza o estacionamento nas áreas centrais da cidade, onde o fluxo é mais intenso. A Zona Azul funciona da seguinte maneira: é feito o pagamento de uma taxa que dá direito ao condutor do veículo deixa-lo estacionado com segurança por um determinado período de tempo.
A Zona Azul também é de fundamental importância para que haja o desmembramento da Secretaria Municipal de Trânsito que hoje está anexa à Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura, Trânsito e Serviços Urbanos. No entanto, a Zona Azul depende de vários coeficientes para entrar em funcionamento, não somente a vontade pública, mas os interesses devem girar em torno também dos envolvidos nessa mudança, lojistas, consumidores e concorrentes à alternativa, no caso, os estacionamentos privados.
Estacionamentos viram um negócio lucrativo em Unaí
O Unaí Online, maior blog de notícias de Unaí-MG publicou no último dia 16, uma matéria sobre o crescimento dos estacionamentos privados na cidade que retratou de forma única essa nova modalidade de negócios, bem como seus motivos de crescimento e uma análise para o futuro da cidade. Leia a matéria aqui. Em sua série sobre o trânsito, o IDtrouxe várias matérias falando sobre a falta de estacionamento na região central da cidade.
Na prática, o funcionamento de um estacionamento privado é basicamente o mesmo da Zona Azul, o que os diferem é que a Zona Azul é operada geralmente em estacionamentos públicos preexistentes com intuito de reorganizar o trânsito enquanto o estacionamento privado normalmente é uma área aberta onde, com a infraestrutura necessária, o proprietário aluga por determinados períodos de tempo os espaços delimitados para guardar o veículo com segurança. Na realidade, abriram-se no mínimo, cinco novos estacionamentos rotativos na cidade em pouco mais de seis meses.
Ameaça à Zona Azul
Delvito Alves, prefeito municipal, está empenhado em conseguir tirar a Zona Azul do papel, todavia, o crescimento apresentado pelos estacionamentos privados tende a pesar contra esta implantação. Com todo esse ar ameaçador, empresários do ramo de estacionamentos particulares estão pensando em aumentar seus negócios.
Visando o bem estar do consumidor, todas as novas construções de lojas estão priorizando um espaço para estacionamento dos clientes e a exemplo da construção milionária do supermercado Bretas, as construções estão sendo projetadas para receber cada vez mais veículos. O banco Sicoob inovou no final do ano passado e adquiriu um terreno anexo ao seu prédio para fornecer vagas exclusivas aos seus clientes, sendo o primeiro estabelecimento bancário de Unaí-MG que dedicou a seus clientes um espaço para estacionar enquanto resolve suas pendências bancárias.
A Associação Comercial e Industrial de Unaí (ACIU) está confiante na implantação da Zona Azul, já se reuniu com o prefeito Delvito Alves e esperam implantar a cobrança até o fim deste ano. Com opiniões divididas, a população unaiense aguarda confiante de que o problema dos estacionamentos na região central da cidade seja, no mínimo, minimizado.

Falta estacionamento, sobra desrespeito
De segunda a segunda, o fenômeno de ocupação definitiva de algumas vagas de estacionamento pode ser visto nos espaços da Praça JK e arredores. Na verdade, pelo menos uma parte significativa dos veículos estacionados no maior período do dia é de moradores dos próprios prédios em frente a frente que insistem em deixar seus veículos no local onde a rotatividade dos estacionamentos precisa ser maior em função do fluxo de veículos na região central da cidade.
Da mesma forma que a Zona Azul traria controle, também proporcionaria uma educação “forçada” aos moradores dos prédios próximos que insistem em ignorar o bom senso e deixam seus carros estacionados nos arredores da Praça JK como se não pudessem estacioná-los na própria garagem do prédio. Por concentrar uma parcela rica da população unaiense, o centro da cidade é um dos bairros com maior concentração de carros por morador, podendo chegar em valores estimados de 1 carro por pessoa enquanto a cidade acumula 1 carro para cada 3 pessoas atualmente.
Outro problema que vem se manifestando constantemente e a ação da polícia tem sido ineficaz nesse sentido, é o estacionamento em local proibido. Enquanto muitos idosos têm dificuldades em encontrar uma vaga especial, que em inúmeras vezes está ocupada por uma veículo de um condutor jovem ou que apenas se aproveita da “vaga fácil” para chegar mais rápido a seu destino. Com os deficientes físicos, a situação se agrava, pois além de Unaí-MG não possuir uma boa estrutura para receber dignamente todos os deficientes físicos e dar à eles condições de mobilidade dignas, o fator estacionamento também não é respeitado.
O choque de gestão implantado por Delvito Alves para estabilizar as contas do município resultou também na desorganização dentro do próprio estacionamento da Prefeitura Municipal de Unaí, onde é comum ver carros não oficiais e mesmo de não funcionários, estacionados livremente por causa da falta de porteiros. A Prefeitura Municipal de Unaí informou que a situação no estacionamento privativo está sendo resolvida.
Projeto de Reestruturação do Trânsito de Unaí
Por conferir a ligação de vários fatores, a implantação da Zona Azul vai depender também de uma reeducação dos que utilizam as vias públicas da cidade, afinal de contas, a faixa Azul é uma medida de controle, educação e melhora do trânsito em todas as cidades em que é implantada.
Neste aspecto, o ID volta a redundar e insistir que o trânsito de Unaí carece de uma intervenção ampla rápida por meio de um Projeto de Reestruturação do Trânsito (PRT) através da elaboração mapeada de um levantamento detalhado com um projeto de mudanças necessárias, porém para isso, torna-se necessária a contratação de um engenheiro de tráfego urbano e um empenho do engenheiro agrônomo João Lúcio de Lima, à frente da Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura, Trânsito e Serviços Urbanos.
A última matéria da série “Trânsito: é preciso mudar!” já está sendo preparada e vai ao ar na última semana do mês de março. Nela, traremos um resumo completo atualizando todas as informações que foram dadas nas quatro matérias anteriores, alguns problemas que surgiram como os buracos nas ruas da cidade que podem ser vistos na imagem acima e ainda a opinião de alguns envolvidos na massa que transita nas ruas de Unaí-MG.
Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter. Receba nossas notícias em primeira cadastrando-se no rodapé do site.
Bruno de Oliveira Rocha 

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

0 resposta em “Estacionamentos privados X Zona Azul: o embate para aumentar as vagas”

Bruno, mais uma matéria notável. Bem explicada, não fugindo nem um pouco da nossa atual realidade. O atual caos se instalado no trânsito da cidade parece não ter mais solução, você retratou muito bem sobre os veículos estacionados durante o do dia na área central da cidade, e que os mesmos são de moradores dos próprios prédios das proximidades, dificultando o fluxo de veículos naquelas regiões. Mas em muitos desses casos o que acontece é que os prédios mais antigos não tem vagas para todos os apartamentos, daí moradores precisam mesmo deixar nas ruas ou nos próprios estacionamentos pagos, temos vários exemplos de edifícios assim na cidade, e pior, são vários casos onde cada família dos apartamento tem mais de um carro, o que acaba complicando ainda mais. A maioria dos novos edifícios já estão sendo projetados para ter dois pavimentos de garagem e amenizar esse problema futuramente, em outros casos o condomínio comprou o lote vizinho e transformou em estacionamento ampliando assim as vagas para os moradores do edifício. Enquanto esperamos o Zona Azul nosso Prefeito Delvito deve emergencialmente, encaminhar medidas específicas para amenizar os problemas do trânsito na cidade, pois a frota cresceu estrondosamente, sendo assim precisamos urgentemente de mudança, seja fazendo alterações na geometria e na sinalização que visam necessariamente dar maior fluidez. Enfim, não só as matérias da série “Trânsito: é preciso mudar!” são leitura indispensável para se conhecer melhor a realidade da nossa cidade, mas todas as outras do seu blog, esse sim o maior da cidade, e matérias únicas. Parabéns e que venha a próxima matéria da série.

Luiz Paulo, reduza os elogios que não se aplicam, por favor. Ainda estamos dando poucos passos em direção ao futuro.
Quanto aos estacionamentos, você foi feliz demais em revelar a situação dos moradores dos prédios, bem como o número de veículos por família. Medidas corretivas nesse momento não serão tão eficazes quanto a elaboração de um PRT, é momento de aproveitar as obras da Travessia Urbana e entrar na onda de modificação do tráfego unaiense.
A última matéria da série não vai surpreender, entretanto, trará o que há de mais atual em Unaí-MG.
Grande abraço!

Comente! Aqui é o lugar!