Categorias
Finanças

A força do fazer

Há algum tempo eu disse: “Todos falam que não dá certo. Até que você acredita que dá, vai lá e mostra”.

É uma frase que, de forma alguma foi feita para alguém, mas é uma reflexão sobre o quanto é necessário fazer ao invés de apenas dizer.

Agendas lotadas, compromissos à deriva, dias corridos, telefone tocando, serviço sendo recusado: o que fazer numa situação assim?

Talvez o mais viável seria surtar. Ou quem sabe pensar um pouquinho mais para tentar colocar as coisas em dias.

Na segunda opção, ignorar o sono, lutar contra as dores de se sentar e não sair do lugar enquanto uma etapa fosse cumprida, ignorar o lanche pronto, comer correndo, voltar de imediato para o serviço não são tarefas fáceis.

Alguém pode dizer: “precisa ser muito determinado para fazer isso”.

Eu conheço alguém que me surpreendeu quando se fala em determinação. Uma pessoa que estuda 14 horas diárias para um concurso, está trancafiada em seu apartamento desprezando todos os prazeres do hoje para buscar a estabilidade que um cargo público dá para o futuro.

E vai ser aprovada, se Deus quiser.

Aprendi com esta pessoa que é preciso fazer sempre mais e melhor. E aprendi que sempre dá para fazer mais e melhor.

Dói, machuca, cansa, mas vale a pena.

Cheguei a comparar esta pessoa com o saudoso Ayrton Senna, talentoso, determinado, objetivo, esperto, focado e compromissado sempre.

Com isso, aprendi que fazer é mais que falar. Além disso, aprendi que os exemplos de determinação não moram muito longe, nem estão acessíveis apenas pela TV ou pela internet.

Determinados vivem aqui. Bem perto.

Na próxima vez que estiver caminhando ou chegando em casa, atente-se bem para saber se há um determinado próximo de você e aprenda com ele.

Grande abraço a todos.

Lembrem-se de que os heróis não estão longe.

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

Comente! Aqui é o lugar!