Categorias
Espiritualidade

Você está certo(a) disso?

Refleti nisso tudo e cheguei à conclusão de que os justos e os sábios, e aquilo que eles fazem, estão nas mãos de Deus. O que os espera, se amor ou ódio, ninguém sabe. Todos partilham um destino comum: o justo e o ímpio, o bom e o mau, o puro e o impuro, o que oferece sacrifícios e o que não oferece. O que acontece com o homem bom, acontece com o pecador; o que acontece com quem faz juramentos, acontece com quem teme fazê-los. Este é o mal que há em tudo o que acontece debaixo do sol: O destino de todos é o mesmo. O coração dos homens, além do mais, está cheio de maldade e de loucura durante toda a vida; e por fim eles se juntarão aos mortos. Quem está entre os vivos tem esperança; até um cachorro vivo é melhor do que um leão morto! Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem; para eles não haverá mais recompensa, e já não se tem lembrança deles. Para eles o amor, o ódio e a inveja há muito desapareceram; nunca mais terão parte em nada do que acontece debaixo do sol. Portanto, vá, coma com prazer a sua comida, e beba o seu vinho de coração alegre, pois Deus já se agradou do que você faz. Esteja sempre vestido com roupas de festa, e unja sempre a sua cabeça com óleo. Desfrute a vida com a mulher a quem você ama, todos os dias desta vida sem sentido que Deus dá a você debaixo do sol; todos os seus dias sem sentido! Pois essa é a sua recompensa na vida pelo seu árduo trabalho debaixo do sol. O que as suas mãos tiverem que fazer, que o façam com toda a sua força, pois na sepultura, para onde você vai, não há atividade nem planejamento, não há conhecimento nem sabedoria. Percebi ainda outra coisa debaixo do sol: Os velozes nem sempre vencem a corrida; os fortes nem sempre triunfam na guerra; os sábios nem sempre têm comida; os prudentes nem sempre são ricos; os instruídos nem sempre têm prestígio; pois o tempo e o acaso afetam a todos. Além do mais, ninguém sabe quando virá a sua hora: Assim como os peixes são apanhados numa rede fatal e os pássaros são pegos num laço, também os homens são enredados pelos tempos de desgraça que caem inesperadamente sobre eles.

(Eclesiastes 9:1-12, Nova Versão Internacional)

Quem você é?

Para onde está indo?

Você sabe quem você ama?

Você sabe quem te ama?

Suas decisões estão certas?

Seus caminhos têm lhe conduzido aos objetivos traçados?

VECD

A pergunta que intitula este texto é uma indagação que muitas vezes nos fazem quando querem imputar em nós responsabilidade. Você está certo(a) disso? Você vai aceitar mesmo? E se der errado, você vai assumir sua decisão?

Quando falamos de decisões espirituais é preciso ter em mente que nossa vida na Terra é finita e todos terão o mesmo destino: a morte. (Eclesiastes 9:1-3)

Temos duas certezas: estamos vivos e iremos morrer. Diz-se por aí que “tem jeito para tudo, menos para a morte”, e de fato, dinheiro nenhum compra a morte nem obra nenhuma a posterga a nosso bel prazer.

Também temos algumas certezas, a partir da análise bíblica, de que existe recompensas. Como já disse em outro texto, nós, em tudo que fazemos, estamos plantando. Portanto, tudo de bom que fazemos materialmente tem como recompensas materiais (em vida, na Terra): trabalho, relacionamentos, conquistas, alegrias. Da mesma forma o que fazemos com o objetivo espiritual também temos recompensas aqui, mas as principais são guardadas em tesouros nos céus.

Todos estamos sujeitos a imprevistos (Eclesiastes 9:11), todavia, tudo que ocorre com aqueles que amam a Deus é para seu bem (Romanos 8:28).

Você pode estar se perguntando: eu sei quem sou, sei o que penso e acho que preciso buscar o bem dos outros, mas a maioria das pessoas considera isso uma idiotice. Sou idiota? É certo que não, se o fim for a salvação, a comunhão espiritual do outro com Deus.

“Ninguém deve buscar o seu próprio bem, mas sim o dos outros. Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus. Não se tornem motivo de tropeço, nem para judeus, nem para gregos, nem para a igreja de Deus. Também eu procuro agradar a todos de todas as formas. Porque não estou procurando o meu próprio bem, mas o bem de muitos, para que sejam salvos”. (1 Coríntios 10:24,31-33)

E, se porventura, você possuir algum tipo de dúvida por causa das dificuldades, mesmo sabendo que este é o caminho que Deus preparou para ti, lembre-se de que os pensamentos de Deus são diferentes dos nossos. Eles consideram o todo ao invés dos nossos, pequenos, limitados e não veem o todo.

“”Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos”, declara o Senhor. “Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos”. (Isaías 55:8,9)

E fique alegre com as dificuldades, pois isto é motivo de amadurecimento da fé e de muita honra para quem as resiste em Deus.

“Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma. Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá coisa alguma do Senhor; é alguém que tem mente dividida e é instável em tudo o que faz. O irmão de condição humilde deve orgulhar-se quando estiver em elevada posição. E o rico deve orgulhar-se se passar a viver em condição humilde, porque passará como a flor do campo. Pois o sol se levanta, traz o calor e seca a planta; cai então a sua flor, e é destruída a beleza da sua aparência. Da mesma forma o rico murchará em meio aos seus afazeres. Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam”. (Tiago 1:2-12)

Confie na promessa. Siga em frente. E da próxima vez que você for indagado se está certo de para onde está prosseguindo, mesmo que o tempo esteja fechado e pareça ser impossível prosseguir, exerça a fé naquele que já preparou todo o caminho, que lhe conhece por inteiro e está no controle de todas as coisas.

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

Comente! Aqui é o lugar!