Categorias
#EleiçõesUnaí2016

#EleiçõesUnaí2016: Delvito Alves

A série de análises dos planos de governos dos candidatos à Prefeitura Municipal de Unaí começa com o atual prefeito, Delvito Alves da Silva Filho, cujo vice, Hermes Martins Souto, faleceu em 2015. Na atual chapa, o prefeito tem como vice o advogado José Batista dos Santos Furtados. A coligação chama-se “Somos Todos Unaí” e alia os partidos PTB, PP, PSC, PPS, PTC, PSB, PDT e DEM. A proposta de governo entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está disponível para qualquer cidadão e tem 12 páginas, incluindo a capa.

planoDelvito

O plano de governo de Delvito Alves e José Batista é bastante simples e conciso, estruturado em tópicos, começando a partir das duas áreas mais exploradas em nosso país: educação e saúde. Não obstante, as propostas de educação de seu primeiro mandato (como valorização dos professores, construção de escolas e fortalecer a parceria com a Unimontes) foram incrementadas. Destacam-se as propostas:

  • Construção da creche ursinhos carinhosos, para melhor receptividade com as crianças e família;
  • Construir uma nova escola municipal no bairro Divineia;
  • Garantir que entre 95% a 100% das crianças de até 7 anos de idade estejam alfabetizadas;
  • Dar continuidade ao bom funcionamento da UNIMONTES e buscar implementação de novos cursos;
  • Ampliar e qualificar os atuais projetos extracurriculares e programas em andamento como meio interativo com a comunidade, famílias e os alunos.

Na área da saúde, a tão sonhada e falada Unidade de Tratamento Intensivo neonatal não existe no programa de governo. Unaí possui uma UTI móvel, mas não tem UTI fixa no Hospital Municipal. Mas todas as propostas desta área são bastante objetivas e necessárias ao desenvolvimento do sistema de saúde unaiense. Vejamos os destaques:

  • Implantar o programa Remédio em Casa, consistente na entrega de medicamentos, em quantidade suficiente para determinado período, aos cidadãos eu utilizam o serviço público de saúde, visando garantir acesso efetivo aos medicamentos;
  • Implementar a Casa de Uberaba, visando criar casa de apoio aos unaienses que utilizam o sistema de saúde da referida cidade;
  • Criar e implantar o Banco de Sangue Municipal;
  • Criar o Banco de leite Materno, com coleta domiciliar quando se fizer necessário;
  • Firmar parcerias com Faculdades de Medicina da região, com o objetivo de aumentar o número de médicos para atendimento nos postos de saúde, hospital e pronto socorro municipal.

Em relação à assistência social, Delvito Alves legitima de vez o caráter popular de seu governo e assinala que continuará nesta linha. Algumas das propostas são genéricas, mas muitas objetivas. Destaquemo-nas:

  • Criar programas complementares, como microcrédito, capacitação profissional, alfabetização de adultos, cooperativismo e ações de educação, cultura, esporte e lazer para famílias de vulnerabilidade social;
  • Reforçar a formação das equipes dos CREAS e CRAS, visando efetivar cursos para as respectivas equipes de atendimento;
  • Aderir, implementar, implantar, aos Programas de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, para fomento de apoio a planos, programas e projetos municipais/regionais de atendimento à criança e ao adolescente vítima de violência e ao adolescente em conflito com a lei;
  • Criar Banco Municipal de Alimentos, buscando o aproveitamento dos alimentos que são desperdiçados no nosso município e direcionar as entidades prestadoras de serviço da Rede Municipal da Assistência Social: Creches, Abrigos de Idosos e de Crianças e Adolescentes;
  • Ampliação da qualificação profissional dos adolescentes na modalidade aprendiz.

Emponderamento feminino através das políticas de gênero está no programa de governo do atual prefeito, candidato à reeleição. Vamos às principais propostas, maioria genérica:

  • Reforçar, ampliar, divulgar e qualificar os serviços de atendimento às mulheres vítimas de violência;
  • Criar Centro de Apoio para mulheres vítimas de violência;
  • Priorizar atendimento para mulheres de baixa renda nos diversos programas sociais;
  • Realizar atendimento humanizado e de qualidade às mulheres em situação de violência com ações que visem reduzir os índices de violência contra mulheres;
  • Ampliar os programas de atendimento à mulher na saúde, educação, assistência social e outras políticas propiciando igualdade de gênero.

A zona rural de Unaí é uma pérola para todos os governantes: é do agronegócio que sai a renda principal do município, atingindo diretamente o setor de serviços e alimentação. Neste aspecto, o plano de governo trouxe propostas objetivas e claras:

  • Implementação da 2ª fase do programa de fomento à agricultura familiar, pequeno produtor rural e assentamentos rurais, consistente na compra de implementos agrícolas (distribuidor de calcário, grades, arados, cultivadores, roçadeiras, etc), respeitando a vocação de cada região;
  • Fomentar a produção e comercialização de produtos provenientes da Agricultura familiar (hortaliças, carnes, doces, etc), mediante programa de incentivo aos comerciantes rurais locais;
  • Continuar o programa de recuperação e encascalhamento das estradas rurais;
  • Criar equipe técnica, visando aumentar o serviço de assistência e extensão rural com profissionais capacitados;
  • Propiciar convênios com faculdades e universidades da nossa região como forma de estudo e campo de trabalho para estudantes na área de pecuária e agricultura potencializando e valorizando a vocação e desenvolvimento da região.

Na área esportiva, o candidato apresenta poucas propostas, mas maioria com ações já em andamento. Vejamos:

  • Reforçar as medidas tomadas para efetivar direito social ao lazer, consistente na reforma e criação de quadras municipais poliesportivas (futebol, basquete, handebol, vôlei) e pista de skate;
  • Incentivar o esporte especializado, com participação de equipes e atletas em competições municipais, estaduais e nacionais;
  • Fomentar as olimpíadas estudantis;
  • Estimular a realização e participar em campeonatos em todas as categorias e Modalidades;
  • Incentivar a diversidade desportiva, a fim de implantar novas práticas, além de dissemina-la por todas as faixas etárias.

Quanto à valorização dos servidores públicos, tema-chave do primeiro governo do prefeito, o candidato faz algumas propostas muito otimistas e claras. As principais:

  • Implantar novo plano de carreira para todas as categorias de servidores do Município;
  • Resolver a situação de classe de servidores que têm salário complementado pelo Município, mediante criação de plano de carreira;
  • Criar o plano de carreira dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias, corrigindo distorções históricas;
  • Promover cursos de aprimoramento dos servidores e/ou contratar cursos promovidos por órgãos qualificados;
  • Implantar sistema de vale transporte e vale alimentação.

Na cultura, o candidato explora uma área que Unaí tem deficiências históricas e, portanto, traz medidas que poderão continuar a resgatar a história do povo unaiense e, finalmente, colocar mais expressões artísticas nas praças de toda a cidade. As principais:

  • Implantar Unidade de Atenção integrada (UAI) para atendimento dos bairros Canaã, Novo Horizonte, Cidade Nova, Iuna, bairro D’ Lourdes e Sagrada Família;
  • Fomento a cursos de formação dedicados à qualificação dos servidores públicos envolvidos na administração de patrimônio, museu, Unidade de Atendimento Integrado (UAI) e da Secretaria Municipal da Cultura, a fim de preservar, divulgar e pesquisar a história unaiense;
  • Implantação do sistema municipal de cultura;
  • Implantação do projeto Internet nas Praças: acesso gratuito à internet para utilização de forma remota os diversos serviços disponíveis na rede mundial de computadores;
  • Criar o programa Expresso da Cultura com a adequação de veículos e/ou uso de espaços públicos para apresentação de filmes e peças teatrais, dentre outras, nos bairros e zona rural do município, priorizando a produção artística e cultural de Unaí. A própria comunidade escolherá a atividade que quer prestigiar, entre projeções de filmes clássicos, peças teatrais de grupos locais, biblioteca itinerante, concursos de oratória ou musical (interpretação), entre outras atividades.

Conhecido por ser o prefeito que conseguiu verbas para viabilizar um grande número de obras – embora boa parte ainda esteja em andamento -, Delvito discorre em seu programa de governo algumas obras infraestruturais que gerarão maior integração entre bairros afastados e o centro da cidade. A velha proposta da faixa azul, as ciclovias e lâmpadas LED estão nas principais:

  • Construir a segunda ponte sob o rio Preto, fazendo a ligação entre os bairros Água Branca I e II e industrial aos bairros José Pedro e Cachoeira, com o objetivo de equacionar o trânsito da MG-188 e beneficiar os moradores dos bairros Mamoeiro, Amaral, Água branca I e II, industrial, Santa Clara, Bela Serra I e II, Alvorada, Terra Nova e Curva do Rio;
  • Asfaltar os bairros Mamoeiro e Santa Clara;
  • Modificar todo o sistema de iluminação da cidade, instalando-se iluminação com lâmpadas de LED;
  • Construir ciclovias e implementar medidas de melhoramento do trânsito dos ciclistas;
  • Implantar sistema de estacionamento denominado “Faixa Azul”.

Na área de turismo e meio ambiente, as propostas são simples, algumas genéricas, outras claras. O aterro sanitário, fruto de termo de ajustamento de conduta firmado com o Ministério Público, é uma das propostas. Vejamos as principais:

  • Criar novas Rotas Turísticas e atrativos municipais;
  • Direcionar o desenvolvimento de forma integrada, laborando de forma interativa na execução dos serviços básicos de água, esgoto, lixo, combate a enchentes, arborização e conforto ambiental em uma só direção, sempre visando a preservação do meio ambiente;
  • Implantação do Aterro Sanitário;
  • Criação do Parque Municipal na área compreendida entre às margens da BR-251 e Córrego Santa Rita;
  • Incentivo/Recuperação Matas Ciliares.

E, por último, a proposta de governo traz cinco pontos-alvo do combate ao uso de drogas na cidade. Por ser o último tema da proposta, vejamos todos:

  • Criação de um comitê integrado antidrogas intersetorial vinculado à saúde e desenvolvimento social;
  • Criar programa integrado de atendimento aos dependentes e família, que envolva atenção na área da saúde, educação, formação profissional e assistência jurídica;
  • Realização de campanhas educativas em todas as escolas municipais, particulares, estaduais e federais de ensino básico, nas igrejas, clubes de serviços, objetivando a prevenção ao uso de drogas;
  • Capacitação de servidores públicos para o atendimento aos usuários e dependentes de drogas licitas e ilícitas;
  • Disponibilizar vagas para internação de dependentes.

Os candidatos são obrigados a cumprir o que prometem? Com a palavra, a Justiça Eleitoral.

Gostou? Compartilhe esta postagem com sua rede. Divulgue a informação para que as melhores escolhas possam ser feitas. No próximo post, a análise do plano de governo do candidato Branquinho, ex-vice-prefeito de Unaí.

0 resposta em “#EleiçõesUnaí2016: Delvito Alves”

Comente! Aqui é o lugar!