Categorias
Simplifique sua vida

Simplifique sua vida na vida

Depois de falar sobre simplificação da vida na internet e no cotidiano, chegou a hora de tocar naquilo que foi feito pra viver: a vida. “Viver é um descuido prosseguido”, disse Guimarães Rosa. Viver é perigoso, mas é necessário. Você vive ou sobrevive? Seja honesto. Eu já passei um bom tempo em modus operandi, apenas sobrevivendo, apenas fazendo sem ser. Mas descobri a vida!

Só que viver somente também não basta. É preciso tomar cuidado pra vida não ficar complicada demais a ponto de simplesmente não ser mais vida. Se você sobrevive ou vive complicadamente (como eu), esse post é pra você. Vamos fazer uma viagem sobre a vida e depois, ponto a ponto, analisarmos o que vimos.

O que é a vida?

Fiódor Dostoiévski, grande romancista russo, definiu o que é a vida numa simples frase: “sofrer e chorar significa viver”. Jesus Cristo, conforme registrado na Bíblia Sagrada em João 14:6 foi mais adiante: “Eu sou (…) a vida”. Se traçarmos um paralelo entre ambas as explicações, podemos encontrar razão nelas, afinal, tanto para o romancista quanto para o filho de Deus, a vida era significado de um período no qual haveriam dores, dificuldades, sofrimentos. No entanto, conhecendo a obra de ambos, sabemos que tudo isso é mera temporalidade perto da eternidade. Se sofremos, crescemos e amadurecemos com isso. Se nos alegramos, isso é como um tônico muscular para avançarmos mais alguns dias. A vida é o primeiro passo para a morte.

O que precisamos para a vida?

Eu sou esperançoso. Alguns confundem esperança com otimismo. Não há humano que definiu melhor as diferenças entre os dois conceitos que Mário Quintana. “Esperança é o oposto de otimismo. Otimismo é quando, sendo primavera do lado de fora, nasce a primavera do lado de dentro. Esperança é quando, sendo seca absoluta do lado de fora, continuam as fontes a borbulhar dentro do coração. (…) A esperança se alimenta de pequenas coisas”. Precisamos de esperança para viver. É por causa da ausência de esperança e não por causa de qualquer outra coisa que os suicidas se atiram para a morte.

Mas, esperança… Que tipo de esperança? Esperança nossa ou esperança dos outros? Esperança que vem de nossas forças ou de um futuro que pode não chegar? Ou esperança de um Deus fiel e bom? Particularmente, experimentei muitas esperanças e a única que nunca me frustrou – e que eu sei que jamais vai me frustrar – é a esperança em Jesus, porque Ele me deu a vida.

Se temos vida, temos esperança, como vivermos essa vida?

Há alguns que acham que a vida é pra ser vivida com o máximo de intensidade possível. Festas, noites intensas, dias sem compromisso, várias amizades, vários parceiros, inúmeras viagens, e no fim, uma vida completamente cheia de momentos, mas nada que fique, que permaneça.

Já há outros que acham que a vida só é vida se for dentro de uma casa, sem sair pra canto nenhum, assistindo a uma televisão ou fazendo repetitivos almoços de domingo. Há ainda aqueles que pensam que vida é aquela onde nada se faz pra não correr o risco de errar. E para ambos, passa o tempo e ficam memórias vagas – se é que ficam – de um tempo amargo.

Então, como viver a vida? A sua eu não sei, mas a minha eu sei.

Minha vida foi feita pra viver. Comer, beber, trabalhar, estudar, cultivar relacionamentos saudáveis, visitar amigos, fazer viagens, amar. Em tudo isso, buscando compreender o que Deus quer que a gente faça.

Se eu passo por problemas? Claro! Se eu sofro e choro? Quase todo dia! Mas eu sou satisfeito porque sei qual Caminho estou seguindo e estou fazendo minha vida valer a pena. Nada conquistei ainda, mas até aqui encontrei a Vida e isto basta.

Desta vez não teve passo a passo. Porque viver a vida, embora seja simples, não é definido por outrem. Para cada pessoa, há escolhas.

Mesmo assim, cinco dicas são interessantes para simplificar a vida:

  1. Busque perdão e perdoe.
  2. Evite o que é inútil.
  3. Se for dizer que ama, esteja pronto para dar a vida.
  4. Converse e dialogue mais.
  5. Se tem um problema, resolva agora.

 

Nossa série “Simplifique sua vida” acaba aqui. Continue atento!

Comente! Aqui é o lugar!