Categorias
Comportamento

Pegar e fazer, uma característica escassa

Pegar e fazer não tem a ver com coisas, mas tem a ver com legado. O que você está pegando e fazendo na sua vida hoje? Nada? Tome cuidado. Tudo? Tome cuidado. Precisamos uns dos outros.

Não adianta falar que é de hoje que isso vem acontecendo. Provavelmente isto está na nossa natureza. Essa coisa de não querer ter tanta responsabilidade. Nem sobre nós mesmos, nem sobre os outros e muito menos sobre as coisas e dilemas dos outros. Eu mesmo já me peguei esvaindo de responsabilidades diversas, muitas vezes por não querer, outras porque era o correto a se fazer.

Entretanto, pra que as coisas funcionem, alguém precisa pegar e fazer. O que significa isso? Eis um exemplo: sabe aquele projeto que você acha que vai dar certo, mas que ainda não colocou na prática? Pois é, ele não vai acontecer se você não for lá e colocar a mão na massa. Caso contrário, ele será só mais um projeto. É verdade que ele tem muita chance de dar errado. Mas sem ser posto em prática, não há nenhuma chance de dar certo.

Às vezes, pegar e fazer significa não esperar o outro pedir perdão para perdoar. Ou talvez signifique dar a mão a algum necessitado. Talvez significa correr para ser o primeiro a chegar no local de um acidente e socorrer a vítima. Outras vezes pode ser ensinar o que se sabe para outros. Algumas vezes pode ser pegar um projeto de outra pessoa e colocar em prática como se fosse seu. Outras vezes pode ser se engajar tanto que numa ação até ser o protagonista.

Pegar e fazer é ter responsabilidade. É buscar a solução. É buscar resolver mais um problema ao invés de criar mais um. Pegar e fazer é ajudar o outro naquilo que ele precisa. É chorar, é sorrir, é se envolver e também saber se afastar.

Pegar e fazer é assessorar, fazer de graça, manter o que estava largado. Pegar e fazer é inspirar outras pessoas. Pegar e fazer não tem a ver com coisas, mas tem a ver com legado. O que você está pegando e fazendo na sua vida hoje? Nada? Tome cuidado. Tudo? Tome cuidado. Precisamos uns dos outros.

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

Comente! Aqui é o lugar!