Categorias
Factuais Natureza Política

Prefeitura de Unaí remove lixeiras nos canteiros centrais e causa polêmica

Houve bate-boca, incompreensão e tensão entre os moradores e os servidores municipais.

A Prefeitura Municipal de Unaí-MG endureceu, no último ano, as medidas de fiscalização com base no Código de Posturas da cidade. Depois de medidas polêmicas em praças, desta vez a polêmica chegou na Avenida Governador Valadares, a principal avenida da cidade, que tem canteiros centrais arborizados. Em reunião com os fiscais da Prefeitura, ainda em abril de 2018, o prefeito municipal, José Gomes Branquinho, acertou que uma equipe faria a remoção de lixeiras e outras construções no canteiro central.

As remoções, no entanto, tardaram a começar. Só acontecem nos fins de semana, no período da tarde, evitando tumultuar o trânsito num dos sentidos da via. A fiscalização da Prefeitura está prevista no Código de Posturas e não é somente os canteiros centrais o objeto dessa força-tarefa: imóveis irregulares, lotes vagos sem calçada, outdoors e outros problemas com relação ao uso e ocupação do solo estão sendo tratados.

Caminhonete da Prefeitura leva lixeiras removidas (Foto: Bruno Cidadão)

Neste sábado (17/11), moradores do bairro Divineia e Bela Vista foram surpreendidos por uma equipe de doze funcionários da Prefeitura, uma retroescavadeira e uma caminhonete. A retroescavadeira fazia a remoção das lixeiras e as depositava na carroceria da caminhonete. Houve confusão com alguns moradores, que não permitiram a retirada das lixeiras e ficaram surpresos quando já haviam sido retiradas. Houve bate-boca, incompreensão e tensão entre os moradores e os servidores municipais.

Máquina fez remoção de lixeiras e o combustível acabou no meio da rua (Foto: Bruno Cidadão)

A tensão aumentou depois que um dos moradores procurou, por telefone, o responsável pela Secretaria de Obras do município para buscar esclarecimentos e solicitar a manutenção da lixeira no local em que está instalada. Os moradores alegavam não ter recebido nenhum tipo de notificação prévia, por escrito ou por qualquer outro meio, a respeito da retirada das lixeiras. No mesmo instante, o combustível da retroescavadeira também acabou deixando-a paralisada no meio da Avenida, entre as ruas Souza Lima e Marco Lima. Depois do combustível chegar, a situação ainda não tinha sido resolvida e ficaram moradores de fora de suas casas e servidores da Prefeitura aguardando um acordo para continuar com as remoções. O imbróglio chamou a atenção de quem passava na parte interditada da avenida entre 14 e 15 horas do dia.

Comente! Aqui é o lugar!