Categorias
Relacionamentos

Carta aos que namoram ou são casados

Que vocês se amem e digam isso uns aos outros porque a nossa vida passa e quando você ver, essa pessoa que hoje está do seu lado, pode estar longe demais. Ou pode nem estar mais aqui.

No Dia dos Namorados, a gente precisa fazer lembrar o papel fundamental que as relações amorosas desempenham na nossa vida. Essa aqui é uma conversa de pé de ouvido, a sós, com vocês que estão namorando, casados, juntados, enfim, que gostam de outra pessoa.

Eu sei que talvez a pessoa que você conheceu já não é mais a mesma. Tanto porque você conheceu alguém embriagado na paixão e agora está descobrindo sem essa lente, tanto porque as pessoas realmente mudam. Mas hoje eu quero que você lembre as primeiras sensações que teve. Provavelmente você se sentiu um pouco confuso(a), inseguro(a) ou até mesmo nervoso(a). Mas isso tudo passou e virou segurança, carinho, afeto, respeito.

Às vezes eu gosto de acreditar que nós estamos dando tão pouca importância às relações amorosas na sua essência que elas estão virando apenas um conjunto chato de regrinhas e convenções. Se seu relacionamento está nessa, experimenta fazer algo diferente hoje. Sabe, algo diferente mesmo. Tipo fazer uma aventura. Pega na mão do seu companheiro ou da sua companheira e vai fazer algo legal, diferente, divertido, sem ter hora pra voltar.

Coloca o celular no modo avião, sorria, coloque aquela playlist bem gostosa, faça massagem, faça um sexo gostoso sem ter pressa de ir embora, deixa o dia ser todo do relacionamento, esquece um pouquinho a vida lá fora e vem pra dentro. Mostra pro seu companheiro ou pra sua companheira o quanto ele(a) sabe te fazer feliz. Verbalize isso. Escreva. Cante uma música. Sei lá, faz alguma coisa. Seja intenso(a)!

Se você é adolescente e tem gente achando que você está passando muito tempo com seu grude, meu conselho é que você continue passando muito tempo. Passe tempo, tire fotos, ajoelhe no meio da rua, anda de mãos dadas sim, dê beijinho pra sarar a queda que tiveram naquela aventura, façam uma viagem, tomem sorvete, pedalem, estudem, façam brigadeiro quente, assistam aquele filme de terror juntinho ou aquela comédia romântica que vocês já estão cansados de ver, escrevam cartas, poemas, músicas, piche o muro da casa da sogra com um “fulana(o) eu te amo”, mas por favor, não deixa de viver essa fase!

Se você já está casado ou casada, não tenho muita coisa a te dizer, senão que repita, em justa medida, o que os adolescentes fazem. Porque a grande graça do amor está em perpetuar construções e nós somos essa construção feita de memórias, histórias, situações, momentos, sorrisos, lágrimas, abraços, tapas e beijos. Que vocês se amem e digam isso uns aos outros porque a nossa vida passa e quando você ver, essa pessoa que hoje está do seu lado, pode estar longe demais. Ou pode nem estar mais aqui.

Gostou? Manda para a pessoa que você gosta. Já é uma forma de dizer “Feliz dia dos namorados”.

Capa: Pixabay/Reprodução

2 respostas em “Carta aos que namoram ou são casados”

Comente! Aqui é o lugar!