Categorias
Cultura Relacionamentos

Que bom que você chegou!

Que bom que você chegou,
mas que bom mesmo é que você não se assustou,
me conheceu por inteiro e não se afastou,
pelo contrário, olhos nos meus olhos e então,
me amou.

Não, eu sei que você ainda não chegou
enquanto ainda estou este poema a escrever.
Mas eu vislumbro sua chegada
como em um dia quente que alguém
nos oferece uma Coca gelada.

Eu achei que você tivesse chegado
quando eu te namorei, mas errei e,
a bem do mundo, não sou mais seu namorado.
Eu achei que você tivesse chegado
quando todos pensavam que eu era gay,
mas a bem de todos, não passei de um abraço.
Eu achei que você tivesse chegado –
ah como eu achei – quando eu me entreguei tresloucado.
Mas você de cara me rejeitou e hoje tem namorado.
Eu achei que você tivesse chegado em memórias
ou mesmo em rápidas e passageiras histórias
que, por um tempo, pensei ser eternizado,
entretanto, como sempre, é melhor isso ficar no passado,
afinal é só no presente que se pode ser amado.

Aprendi mais sobre mim,
conheci outras pessoas,
percebi que eu não era tão ruim,
e que a vida era realmente boa.
Não sucumbi nem traumas criei,
pelo contrário, me fortaleci
e hoje sou mais acautelado,
embora ainda seja indeciso e desgovernado.

Eu fico imaginando como você será,
continuo fazendo minha seleção imediata
pra não perder tempo com aventuras
nem desperdiçar minha emoção.
Continuo convivendo com quem não dá a mínima
e com quem me dá máxima atenção.
Percebo, porém, que “a mulher”
é aquela que mexe com meu coração.

Que bom que você chegou,
pois estava esperando poder tocar seus cabelos,
beijar seus lábios e te decorar, parte a parte.
Que bom que você chegou,
pois minhas cartas não são mais ignoradas,
pelo contrário, agora serão lidas de verdade,
acompanhadas de risos e lágrimas com maturidade.
Que bom que você chegou,
e chegou chegando, veio fazendo uma devassa,
uma busca louca pelo que já fiz,
buscando descobrir quem sou
e o que mais me faz feliz.
Que bom que você chegou,
nem pediu permissão e já foi entrando
em cada canto da minha casa,
em cada detalhe da minha vida,
sem ao menos se imaginar
se sairia ferida.
Que bom que você chegou,
já não aguentava mais não te ter ainda
pra dizer que sou seu, e se você quiser, pode ser minha.
Que bom que você chegou,
meu “bom dia” e “boa noite” não ficarão mais sem resposta
nem terão sido silêncios,
antes, afirmações e compêndios.
Que bom que você chegou,
mal posso esperar por sua primeira TPM
e por nossa primeira briga,
aquele gostinho de emoção que só tem quem anima.
Que bom que você chegou,
minhas paranoias e loucuras
já não são mais solitárias,
agora compartilho, e você as faz bem-vindas.
Que bom que você chegou,
mas que bom mesmo é que você não se assustou,
me conheceu por inteiro e não se afastou,
pelo contrário, olhos nos meus olhos e então,
me amou.

***

Foto de Capa: Pixabay/Reprodução

Comente! Aqui é o lugar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.