Categorias
Relacionamentos

O encanto que passa

O que mata é a falta de amor, não a abundância dele. Que você se encante sem medo. Só perde a vida quem não se encanta.

A gente demora um pouco pra se posicionar. Mas nossa espera é suficientemente menor que a da maioria que não observa. Nós observamos. Fitamos. Entregamos isso na primeira troca de olhares. E rapidamente, enxergamos além. É um encanto. Pra quebrar esse encanto, só com muita filhadaputagem ou com muita honestidade, o que geralmente costuma acontecer.

Não nos encantamos porque queremos algo somente, mas porque enxergamos as belezas. No plural, mesmo. Ninguém que nos chama a atenção tem apenas uma beleza. É determinante a excentricidade. Enxergamos as pessoas diferentes com mais facilidade, mas isso não quer dizer que precisa estar com cabelo azul pra ser percebida.

Nós pensamos rápido. Existe um desenho mental e esse desenho é posto em cenários. Se vemos possibilidade desses cenários se confirmarem, investimos tempo e energia. Mas se não há, não investimos nada. E é aqui que perdemos toda a nossa compostura, pois o jogo não é jogado: não existe esquenta/esfria, não existe affair, existe um desejo claro e geralmente verbalizado. Entregamos tudo. É uma situação delicada, pois nos desnudamos. A boa índole do outro é sempre colocada à prova quando fazemos isto.

Existem as pessoas que praticam filhadaputagens, mas elas não merecem espaço aqui. Mas existem aquelas que agem com honestidade. Que são empáticas. Que explicam, verbalizam, contam seus passos e agem com o mínimo de cuidado com o coração alheio. Essas pessoas nós guardamos no coração. Existe até mesmo condição de termos uma amizade profunda em tempos mais longínquos, mas obviamente com uma distância emocional necessária.

Acontece que em todos os casos, seja quando há algum mal feito ou quando se age com honestidade, o encanto que ora tínhamos vai passar. Só que ele demora a passar. E demora muito. Neste processo, algumas coisas ficam muito sensíveis e delicadas em nós. Qualquer movimento ou brincadeira pode significar uma crise de choro vista como gratuita.

Esse encanto, coisa bela nutrida em nós, é de fato, um encanto. Porque parecemos estar enfeitiçados, de modo que nossos pensamentos não costumam obedecer a nossa necessária ação. Por isso, acabamos nos sentindo um pouco frustrados por procurar aquela pessoa, por nos colocarmos à disposição sabendo que nós e nada somos a mesma coisa para essa pessoa. Só que esse encanto passa, isso é uma boa notícia e que merece ser frisada.

Um encanto pode durar semanas, meses, anos. Mas ele passa, frise-se! Insisto nisso porque tenho um histórico de encantamentos que não resultaram em nada além de prejuízos emocionais de um lado e amadurecimento de outro. Mas todos eles passaram. O último, confesso, ainda tem alguns resquícios, mas já consigo manter uma relação profissional com a pessoa sem fazer deferências diárias, como antes.

Entre os vários sinais de que o encanto está passando, está a sua capacidade em perdoar dentro de si a outra pessoa, de acreditar que esta pessoa, assim como você, tem direito de escolhas e não te escolheu. E principalmente quando você consegue se desligar – deixar de conversar, deixar de ter o coração acelerado quando uma mensagem chegar, etc. O encanto finalmente passa quando nós tivermos a chance de sorrir com as conquistas da outra pessoa e, principalmente, quando forem conquistas afetivas.

Se por um momento alguém achar que o encanto é pra sempre, que se lembre de alimentá-lo. Mas se no caso você quer o esquecimento, tempo, decisão e distância emocional ajudam o processo a ser vivido. E ao fim do processo, estamos livres para nos encantar de novo.

Às vezes achamos que nosso sentimento por aquela pessoa ainda vai nos matar. O que não podemos é esquecer que o encanto é um sinal primordial de vida, mas que a partir do momento que ele não é estimulado não há sentido algum em avançar. O que mata é a falta de amor, não a abundância dele. Que você se encante sem medo. Só perde a vida quem não se encanta.

***

Foto de capa: Pixabay/Reprodução

Comente! Aqui é o lugar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.