Categorias
Relacionamentos

Nossas mãos entrelaçadas

Quem é você, mulher que ainda não conheço?
Quem é você que minha mão segura?

Você não é um amor daqueles de domingo
nem tampouco daqueles de terça-feira,
você é um amor de todo dia,
um amor que fica.

Você é um amor que chega na sexta
fica para o domingo e só vai embora
se pedir. E eu não peço,
então você fica.

Você se concentra para falar
mas descansa no meu peito
deixa sua cabeça enterrada
no meu respirar.

Você se cansa de dizer
que não me aguenta mais falar
e então me diz que estou estranho
quando paro de falar.

Você ignora a dor do seu joelho ralado
embora sinta com detalhes seu coração partido
e chora sem medo do que pensarei,
você está aqui.

Você sorri enquanto eu canto desafinado
como se realmente gostasse,
você me ouve
como se não existisse algo mais importante a fazer.

Você me chama pra conversar
e não se importa quando quem chama sou eu.
Você prefere eu bravo com você
do que tranquilo sem você.

Você se perde e perde a pouca paciência que tem,
mas prefere me ter ao seu lado
que distante.
Nossas mãos entrelaçadas dizem tudo.

Quem é você, mulher que ainda não conheço?
Quem é você, noiva com mãos aveludadas?
Quem é você que minha mão segura?
Se apresente e vamos nos casar.

***

Foto de capa: Nappy/Reprodução

Por Bruno Cidadão

Comunicador | Pesquisador | Checador

Comente! Aqui é o lugar!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.