Categorias
Relacionamentos

Nossas mãos entrelaçadas

Quem é você, mulher que ainda não conheço?
Quem é você que minha mão segura?

Categorias
Relacionamentos

Eu quero namorar pra casar – uma reflexão sobre os processos afetivos necessários

Mesmo que você namore despretensiosamente e de forma desapegada, à medida em que você se entrega mais, à medida em que confia mais no outro e que apresenta mais quartos da sua vida ao outro, você está, necessariamente, caminhando para o casamento.

Categorias
Comportamento

O aperfeiçoamento pelo estresse

O estresse é, portanto, na pior das hipóteses, um mal inevitável. Podemos abreviar o estresse. Não há gente perfeita e enquanto humanos precisamos tirar o melhor do inevitável estresse para nos aperfeiçoarmos.

Categorias
Relacionamentos

Irmão, ela não te quer e você precisa aceitar isso

Não importa o motivo, o fato é o mesmo. Ela não te quer e provavelmente nunca irá te querer. E se quiser, possivelmente, será num futuro longínquo. O que quer que seja, é fundamental que você continue jogando limpo. Uma hora dá certo.

Categorias
Relacionamentos

Conexões raras: sensibilidade, devoção e intimidade

Eu tenho total certeza de que não tenho certeza alguma sobre o que esse amor traz. O amor acontece.

Categorias
Cultura Relacionamentos

Que bom que você chegou!

Que bom que você chegou,
mas que bom mesmo é que você não se assustou,
me conheceu por inteiro e não se afastou,
pelo contrário, olhos nos meus olhos e então,
me amou.

Categorias
Comportamento Relacionamentos

Não dar pérolas aos porcos é autocuidado

Hoje entendo que tomar essa precaução de escolher bem onde semear é autocuidado.

Categorias
Relacionamentos

Pra você que viu seu ‘pra sempre’ acabar

Às vezes quando o “pra sempre” acaba, estamos liberando o outro e a nós mesmos para sermos ainda melhores enquanto se continuássemos em um jugo único iríamos para a decadência.

Categorias
Comportamento Posicionamentos

Algo de estranho tem acontecido comigo e é bom falar sobre isso

Algo de estranho tem acontecido comigo. A priori, eu creio ser algo bom. Por mais que seja estranho. Esse algo estranho tem a ver com meus olhos, meus sentimentos, minhas decisões. Resumindo, meu mundo.

Categorias
Cultura

Love e o amor sem roteiro

O autor de Love foi direto ao ponto: retratou altos e baixos, crises e recomeços, mentiras e perdões, verdades e arranhões, retratou o amor, na sua totalidade, no seu significado mais real, na capacidade de amar o outro “apesar de”.