Categorias
Cultura

Precisamos conversar sobre rejeição – uma reflexão sobre “De quem é a culpa?”

Marília Mendonça, a cantora da sofrência, estabelece logo no final da música que o grande problema é que “me apaixonei pelo que inventei de você”. Idealizamos o outro, inclusive sua aprovação a nós. Imaginamos que ao gostar de alguém isto nos será recíproco. Nem sempre é.

Categorias
Cultura

Decorou e se fodeu – uma reflexão sobre “Agora eu quero ir”

Há uma música de Ana Caetano e Tiago Iorc, interpretada pela dupla Anavitória, que fala muito sobre o perigo de relações estabelecidas num patamar de ausência de reciprocidade. Quero compartilhar parte da letra dela com breves reflexões e, ao fim, o vídeo.