Categorias
Comportamento Relacionamentos

Irmão, ela não sentiu química e você precisa aceitar isso

Te desejo química na sua próxima aventura. E coragem para aceitar que você não pode fazer nada. O amor é livre, conste-se.

Categorias
Relacionamentos

‘Emocionado demais’ – uma reflexão sobre os estigmas aos homens que sentem

E que se danem os mal amados, nós queremos é fartura de amor. Coragem!

Categorias
Comportamento

O outro lado de quem manipula

O outro lado de quem manipula é sempre mau. Há quem seja do bem e mesmo assim tenha que controlar o mau.

Categorias
Relacionamentos

De repente, tudo floresce outra vez

Contando assim parece até que foi “fácil” viver essa semana com todas essas transformações internas misteriosas, mas não foi. Só que valeu a pena.

Categorias
Comportamento

Sobre verbalizar o que se deseja e sente

Se você quer algo, diga. Se você sente algo, diga. Experimentamos do arrependimento de uma vida medíocre e vil e assumimos portanto, nossa mediocridade e vileza e a partir dela é que conseguimos falar, mudar e sentir. Tudo de novo. Com mais intensidade e honestidade.

Categorias
Relacionamentos

Conexões raras: sensibilidade, devoção e intimidade

Eu tenho total certeza de que não tenho certeza alguma sobre o que esse amor traz. O amor acontece.

Categorias
Comportamento

Os domingos são irresistíveis

No domingo há uma porção misteriosa de fracasso misturada com descanso e esperança. É neste dia que convém aprofundar-se sob o manto da melancolia.

Categorias
Comportamento Relacionamentos

O tempo do “ainda não”

No fim, você nem eu temos receita, a não ser passar pelo tempo do “ainda não” para, finalmente, chegar no tempo do “agora sim”!

Categorias
Relacionamentos

A iminente dor de cura através do amor

Uma vez administrado, o amor pode doer, pode incomodar e arder. O amor, sim o amor (sic), pode despertar o pior de nós durante o processo de tratamento. Mas o amor cura.

Categorias
Relacionamentos

Se você racionalizar a paixão, ela morre

É preciso se precaver, eu entendo e concordo, mas economizar na paixão quando se sabe o que quer é, no mínimo, horripilante. Podemos domar as atitudes que temos a partir da paixão.